Solicite informações

Você gostaria de mais informações? Escreva para nós.

Preencha o formulário
Contato de vendas Perguntas? Encontre um contato.

Nossa experiência e know-how na fabricação de sondas de temperatura nos diferencia. Por muitos anos, a WIKA esteve entre os principais fabricantes de medidores de temperatura industrial de alta qualidade. Com a WIKA, as sondas de temperatura na medição de temperatura industrial são essencialmente divididas entre os seguintes grupos:

O que é uma sonda de temperatura?

A sonda de temperatura de termo, com termômetros elétricos, descreve uma unidade a partir de um ou mais sensores de temperatura e uma armadura específica de uso, que pode consistir, por exemplo, de cabeça de conexão, tubo de pescoço, termowell ou uma alça. O sensor embutido na sonda de temperatura pega a medição real da temperatura e converte a temperatura medida em um sinal elétrico.

Com a sonda de temperatura WIKA, medições industriais de temperatura são essencialmente divididas nos seguintes princípios:

Sonda de temperatura tipo termopar

Termopares WIKA são adequados para a medição de temperaturas até +1.700 °C.

Termopares consistem de dois metais diferentes que são soldados para formar o ‘termopar’. O ponto de conexão (ou junta de medição ou quente) representa o ponto real da medição da sonda de temperatura, os fios na outra extremidade são designados como a junção de referência (ou fria). Quando houver uma alteração da temperatura na junta de medição do termopar, devido a diferentes propriedades dos eletróns dos metais e da diferença de temperatura, uma tensão é gerada entre as juntas de medição e de referência. Esta é aproximadamente proporcional à temperatura do ponto de medição da sonda de temperatura sem a devida compensação da temperatura da junta de referência (efeito Seebeck).

O pequeno diâmetro de um termopar de isolação mineral por exemplo permite um tempo de resposta bem mais rápido que de uma termorresistência.

Sonda de temperatura tipo termorresistências

Uma termorresistência é utilizada nas temperaturas de -200 … +600 °C. Na indústria principalmente termorresistências do tipo Pt100 e Pt1000 são as mais utilizadas. Se o elemento de sensor da sonda de temperatura detecta um aumento de temperatura, a resistência também aumenta (coeficiente positivo de temperatura). A resistência de uma termorresistência com Pt100 é 100 Ohms a 0 °C, e é de 1.000 Ohms da termorresistência Pt1000.

Basicamente existem dois tipos de construção de termorresistências as quais são diferenciadas na sonda de temperatura: termorresistências tipo filme plano (thin-film) e as termorresistências de enrolamento a fio (wire wound). As vantagens da medição com termorresistências tipo filme plano é a resistência à altas vibrações com a construção adequada da sonda de temperatura. Termorresistência do tipo filme plano são as mais utilizadas, desde que as suas faixas de medição não sejam ultrapassadas (por exemplo, uma termorresistência tipo filme plano com exatidão classe B: -50 ... +500 °C, enquanto termorresistências de enrolamento de fio: -200 ... +600°C).

Que tipos de resistores de medição existem em sondas de temperatura?

Basicamente existem dois tipos de resistores de medição diferenciados em sondas de temperatura: resistores de medição de filme fino e resistores de medição de feridas de arame.
As vantagens dos resistores de medição de filme fino são seu pequeno tamanho geral e alta resistência à vibração com a construção apropriada da sonda de temperatura. Resistores de medição de filme fino passaram a representar o design padrão do sensor, desde que não sejam descartados como resultado de sua faixa de temperatura (faixas de medição para testes de temperatura classe B de precisão: Resistores de medição de filme fino -50 ... +500 °C, resistores de medição de feridas de arame -200 ... +600 °C). Assim, os resistores de medição de feridas de arame têm vantagens em faixas de temperatura mais baixas e médias.

Quando é adequado usar termômetros de superfície?

Os termômetros de superfície são adequados para a medição sem contato da temperatura nas superfícies dos vasos ou tubos. São projetados como termômetros de resistência (TR50) ou termopares (TC50). Este último permite uma medição exata de temperaturas extremas entre -40 e +1.200 °C. Ambas as variantes estão disponíveis com proteção a prova de explosão.


Contate-nos

Nosso competente departamento de vendas está à sua disposição para escolher a sonda de temperatura adequada para sua aplicação.

Minha lista - Documentos (0)

Nenhum documento adicionado. Para adicionar, selecione o documento pelo ícone da bandeira. E retorne para aba “Adicionados” e insira seu e-mail no rodapé.

O máximo de 20 itens excedido.

Para receber seu link de download por e-mail, insira seu endereço aqui:

Endereço de e-mail inválido.

  • 0
  •