Controladores de temperatura

Como funciona uma termorresistência?

O principio de funcionamento de uma termorresistência é a variação da resistência elétrica pela variação da temperatura. Como a resistência elétrica aumenta com a elevação da temperatura, nós referimos a este instrumento com um PTC (Positive temperature coefficient ou Coeficiente positivo de temperatura). As termorresistências tipo Pt100 ou Pt1000 são geralmente utilizadas em aplicações industriais. Estes instrumentos são normalizados pela IEC 60751.

O que são ligações a 2, 3 ou 4 fios?

Eles descrevem o número de fios com os quais o resistor de medição está conectado (por exemplo, Pt100). Como a ligação mais simples é a 2 fios, a resistência da fios pode alterar o resultado de medição, esta influência negativa pode ser compensada com a ligação a 3 ou 4 fios, e assim a exatidão da medição será melhorada.

O que são flutuações e variações?

Controle com dois pontos frequentemente envolve ondulação. Uma elevação de temperatura acima do “set point”, após o início do controle de temperatura, é chamado como variação que passou do limite. Alterações de temperaturas em volta do ponto de configuração, são chamadas flutuações. Uma melhor qualidade de controle é esperada quando o nível de variações e flutuações está baixo.

O que significa "Pt100"?

Pt significa platina com uma resistência nominal de 100 Ohms na temperatura de 0 °C (conforme IEC 60751).

O que acontece com uma temperatura superior a 85 °C?

Alto erro do termopar e danos aos componentes eletrônicos.

O que é um controlador PID?

O controle PID é uma combinação do controle proporcional, integral e de desvio. Assim, com controle proporcional, a temperatura está controlada suavemente sem flutuações. Com controle integral, combinação automática de offset está realizada e com controle de desvio, uma reação rápida à perturbações está possível.

O que é um controlador de dois pontos?

Um controlador com dois pontos é um controlador que opera descontinuamente, com dois estados de saída. Dependendo se o valor atual está acima ou abaixo do ponto de configuração, o estado de saída superior ou inferior será ativo. Controladores com dois pontos são utilizados quando atuando a variável de atuação não e um variável continua. Com alterações fortes no ponto de configuração, porém, podem ser controlar mais rápido que com outros controladores de processo.

O que é controle D?

Função D (ou função de controle do desvio) é utilizado para manter uma saída em proporção a uma função de tempo do desvio da entrada.

O que é controle P?

Controle P (controle proporcional) é utilizado para manter uma saída em proporção ao desvio entre o ponto de configuração e o valor atual.

O que é auto-otimização ou afinação automática?

O termo PID para controle de temperatura varia em valor e combinação, dependendo das características do sistema controlado. Durante uso, existem vários métodos tradicionais sugeridos e implementados para determinar os termos PID das ondas de temperatura a ser controlada pelo controlador de temperatura. Isso possibilita a auto-otimização (por exemplo, a determinação dos termos do PID usada para uma variedade de sistemas controlados). Entre os processos de auto-otimização estão: fase de resposta, sensibilidade limite, e limite de ciclo de processos.

O que é o tempo de derivação?

O tempo de derivação é o tempo necessário quando controlando um diferencial até um desvio de rampa corresponde com a saída de controle proporcionalmente ao controle. Quanto mais longo o tempo de derivação, o mais forte o componente de derivação do sinal de saída.

O que é a histerese?

Controle de dois pontos liga ou desliga a saída depende do desvio do ponto de configuração. Isto significa que a saída pode ser alterada frequentemente com alterações pequenas de temperatura. Isto pode diminuir a vida útil do relê de saída e pode ter um efeito negativo à vida útil do contato. Assim, uma separação será gerada entre os pontos para ligar e desligar. Esta diferença entre os contatos é conhecida com histerese.

O que é o tempo integral?

O tempo integral é o tempo definido em qual o integrador deve alcançar o valor da resposta de estágio do controlador P. Quanto mais curto o tempo integral, mais forte o efeito do componente integral. Se o tempo integral está muito curto, porém, isto pode resultar em flutuações.

O que é o “set point”?

O “set point” é o parâmetro com que o controlador de temperatura deve reagir. O tempo requirido para alcançar controle estável varia para cada sistema controlado.

O que é a tensão termoelétrica (quanto ao efeito Seebeck)?

O efeito, nomeado de Thomas Johann Seebeck, descreve o fato que uma tensão elétrica existir quando dois condutores de metais diferentes estiverem ligados, quando existir uma diferença de temperatura entre a parte ligada e a parte “aberta”.